Menu

The Blogging of Rhodes 009

beretwater94's blog

Aprendendo Com As Plantas


30 SUPER Ideias Para Festa De Casamento Simples E Barata! + Fotos h1>

Ter plantas em moradia ajuda a decorar e carregar mais existência aos ambientes. Ainda Apresenta Tempo: Visualize Dicas E Deixe A Residência Linda Para o Natal e flores. Elas trazem vida e alegria aos ambientes. Em todos os projetos que faço, seja em espaços grandes ou menores, casas ou apartamentos, ambientes comerciais ou residenciais, elas sempre têm o seu lugar. Não sou especialista, contudo acho essencial mexermos com a terra atualmente.


Então, cuido pessoalmente de minhas plantas. É uma incrível terapia. Com o tempo fui aprendendo e percebendo como cada espécie prefere ser tratada. Tais como, samambaias, que eu adoro, gostam de vasos de fibra de coco, sempre pendurados, pra que suas folhas cresçam pendentes. Também precisamos prestar atenção nos ambientes.


Cada um pede um tipo indicado de planta. Os lugares que recebem muito sol e vento precisam ter espécies diferentes dos ambientes internos. luminarias https://www.lustresamandini.com.br óbvio, contudo não é o que vejo por aí. Bem como é muito sério a localização e a maneira de exposição, isto é, em qual tipo de vaso tua plantinha irá viver.


Tudo isso vai precisar mais uma vez da espécie da planta e também da decoração do local e do espaço acessível. Sim, temos que sonhar no espaço. Desejamos trabalhar de várias maneiras. São capazes de ser penduradas, em vasos no chão, forrando uma parede ou plantadas na terra. O que importa é ter flores e plantas em residência. Passo A Passo Para Planejar Uma Reforma coisa que faço charada de ter em meus projetos residenciais é uma horta. Nem ao menos que sejam vasinhos na janela. Cinco Maneiras Baratas De Embelezar Os Quartos Do Teu Hotel adubada (se possível orgânica) e mudas de alecrim, manjericão, salsa, cebolinha etc. Para os vasos, reutilize latas de molhos, azeites e outras embalagens inusitadas. Dessa maneira, tua mini-horta ficará supercharmosa. Para finalizar, uma frase que minha avó me dizia: nossa vida é como a das plantas, no momento em que bem cuidadas e adubadas, evoluem e dão frutos. Então, mãos à obra.


Pela área dedicada ao living do Studio 02, assinado pelo arquiteto Francisco Calio projetou, o elemento de destaque é uma piscina com jatos de hidromassagem. A proposta da arquiteta Marília Caetano para a mostra é o Loft de Hóspedes, de quarenta m². Para decorar o living, a profissional escolheu os tons de cinza e marrom.


Na Sala do Colecionador, o profissional Edu Alongado propõe um espaço para absorver os amigos e principalmente um ambiente para inserir peças de coleção. No ambiente, há brinquedos dos anos 1980, estátuas orientais e instrumentos de antiquário. Na Sala do Colecionador, o profissional Edu Longo propõe um espaço para anexar os amigos e principalmente um lugar para introduzir peças de coleção. No local, há máquinas fotográficas antigas, brinquedos dos anos 1980 e objetos de antiquário. Pro living do Ateliê do Estilista, o profissional Bruno GAP usou cores claras e texturas leves. O painel, ao fundo, tem partes centrais em madeira e as laterais espelhadas. Inspirado pelos lofts, Gustavo Paschoalim desenhou a Sala de Vinhos.


A área de estar mistura equipamentos rústicos aos móveis com desenho contemporâneo. Com inspiração nos velejadores e suas casas à beira mar, a arquiteta Selma Tammaro desenhou, para o Chalé do Velejador, um living com duas áreas: ao fundo, uma sala ampla e à frente, um espaço com poltronas e lareira. No Chalé do Velejador, assinado por Selma Tammaro, o living tem decoração nas cores claras, com exceção do tapete em tom escuro. Instrumentos de decoração executam referência à existência dos velejadores e ao contexto beira-mar. Para o Living, Débora Aguiar traz a madeira, como destaque no revestimento, e o mobiliário nas cores neutras e tons pastel.



  • O branco é uma cor habitual para bancada de cozinha

  • Camila Veloso says

  • 2/7 (Arquivo pessoal)

  • Pendure tudo o que for possível

  • Referência: https://www.lustresamandini.com.br
  • 35 - Patchwork



  • A profissional Débora Aguiar assina o Living, que reúne obras de arte em nichos suspensos. O espaço da arquiteta Fernanda Marques reúne living e cozinha integrados. Em primeiro plano, o móvel em couro com encostos articuláveis. O espaço da arquiteta Fernanda Marques reúne living e cozinha integrados. visite essa url do Arquiteto, o arquiteto Ugo di Pace utiliza os tons claros e a claridade natural pra sobressair as obras de arte e peças de época "garimpadas". No recinto Hotel Black, assinado por Guilherme Torres, as linhas do teto feito de bambu orientam o espiar para vista do alto do 23º caminhar. O sofá e as mesas foram montados pelo escritório do http://bordersalertandready.com/?s=decoracao+casa&search=Search .


    Em uma "caixa de fundo cinza", com pé direito duplo (são sete metros de altura!), Roberto Migotto usou, para compor o ambiente, peças que variam em uma paleta de rosas, cinzas e vinho. No lugar Gharimpeira (o living da joalheria), projetado na arquiteta Karina Afonso, se revelam as poltronas Ice Acrílico (Artefacto). Desenhado pelo arquiteto João Armentano, o amplo Living, com pé justo duplo de sete metros de altura, traz um extenso painel em madeira e espelho (criado pelo respectivo profissional) que reflete toda luminosidade vinda dos janelões de vidro.


    Desenhado pelo arquiteto João Armentano, o vasto Living, com pé justo duplo de 7 metros de altura, conta com uma área de estar e um escritório (ao fundo). O Loft do Colecionador, de autoria de Fernando Piva, traz um realista acervo de obras de arte, que somam o valor de 2 milhões de reais. Para o recinto Skyline Room, os arquitetos Marcelo Brito e Pedro Potaris usaram papel de parede de efeito 3D pela coluna central e o de propriedade acústica na parede (à esq.).


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.